WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

maio 2021
D S T Q Q S S
« abr    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

:: ‘Geral’

PM RESGATA TRÊS CRIANÇAS QUE ESTAVAM SENDO TORTURADAS EM RITUAL RELIGIOSO CONTRA A COVID-19

Três crianças que estavam sendo torturadas em ritual religioso contra Covid-19 foram resgatadas pela Polícia Militar do Pará, na última-feira (14). O caso ocorreu na comunidade de Vila do Treme, no município de Bragança, nordeste do Pará. 

De acordo com informações da polícia, a cerimônia que envolvia as crianças teria como objetivo acabar com a pandemia de Covid-19. Na prática, um grupo de pessoas rezavam em volta de crianças, que ficavam cobertas por um pano branco e posicionadas em pé em frente a uma cruz. 

As crianças, que eram irmãos de 1, 8 e 11 anos, envolvidas no caso foram resgatadas pelo Conselho Tutelar e encaminhadas para cuidados em um abrigo. 

A conselheira Rosa Quemel, que recebeu a denúncia de um morador da comunidade, explica que houve bastante resistência da família no momento da chegada da polícia e os moradores estavam revoltados. “Só conseguimos resgatar três crianças na hora do sufoco. Um bebê de 1 ano e três meses era o que mais estava sofrendo com essa situação. A família não queria que a gente tirasse a criança porque estavam fazendo uma espécie de reza. Só que a criança chorava muito de fome e de sede, assim como as outras”, detalhou. 

A Polícia Civil está investigando o caso com maus-tratos e informou que novas diligências serão realizadas a partir dos depoimentos coletados para apurar o caso e identificar todos os envolvidos. A corporação não confirmou a prisão de nenhum dos envolvidos. 

CONQUISTA: MORRE O COMANDANTE DA 77ª CIPM MAJOR OLIVA JÚNIOR

Uma notícia triste  no fim da noite deste sábado (17). Faleceu, vítima de um acidente na BR-116, trecho que liga Conquista a Cândido Sales, o Major Oliva Júnior, Comandante da 77ª Companhia Independente de Polícia Militar, que é responsável pelo policiamento da Zona Leste de Conquista.

Major Oliva era uma figura do bem, parceiro, sempre disposto a atender a imprensa e atento à tudo.

Sempre que solicitado nos atendia com sua agilidade, presteza, fino trato e educação.

Infelizmente uma notícia triste nesse fim de semana. Nossos sentimentos à todos, amigos, familiares e colegas de trabalho.

Fonte: Blog do Rodrigo Ferraz

MOTORISTA É FLAGRADO DIRIGINDO CAMINHONETE SENTADO EM CADEIRA DE BAR

Um homem foi flagrado dirigindo uma caminhonete sentado em uma cadeira de bar, na cidade de Feira de Santana, cidade a 100 quilômetros de Salvador.

De acordo com a PRF, os policiais ficaram surpresos quando viram o motorista dirigindo o veículo, ano 1981, sentado em uma cadeira de bar. Além disso, a caminhonete estava sem as portas. O homem relatou que estava levando o veículo para fazer serviços de chaparia.

O caso aconteceu na quarta-feira (14). Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), agentes do órgão flagraram a ação no Km 421 da BR-116.

A PRF informou que o motorista foi autuado pela infração de “conduzir o veículo em mau estado de conservação, comprometendo a segurança”. O órgão informou que a multa é de natureza grave no valor de R$195,23. A infração é de responsabilidade do proprietário do veículo, além disso gera 5 pontos na carteira de habilitação. No ano passado, a PRF na Bahia emitiu 4.224 multas para esse tipo de infração.

SAAE: SUBSTITUIÇÃO DE TUBOS NA REDE DE ÁGUA INTERROMPE ABASTECIMENTO EM BAIRROS

ITAPETINGA: SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL FAZ DOAÇÃO DE 90 CESTAS BÁSICAS PARA APAE

Na tarde desta Terça-Feira (13), em mais uma “Ação” a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social fez a doação de 90 Cestas Básicas para APAE – Associação de Pais e Amigos Excepcionais. A doação é fruto do recurso adquirido através da Portaria Nº 369/2020.

Desde o início da PANDEMIA esta Secretaria tem desenvolvido atividades socioassistenciais, a fim de assistir à população em vulnerabilidade social

MINISTÉRIO DA SAÚDE UTRAPASSA 50 MILHÕES DE DOSES DE VACINAS DISTRIBUÍDAS A ESTADOS E MUNICÍPIOS

Segundo a pasta, mais 6,3 milhões de doses da Fiocruz e do Butantan começam a ser enviados aos estados e DF nesta sexta

Instituto Butantan liberou novas doses da CoronaVac ao Ministério da Saúde

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO – 14.04.2021

O Ministério da Saúde informou nesta quinta-feira (15) estar ultrapassando a marca de 50 milhões de doses de vacinas covid-19 distribuídas em todo o Brasil. Segundo a pasta, a partir desta sexta (16), mais 6,3 milhões de doses serão enviadas para todos os estados e o Distrito Federal. De acordo com o Ministério da Saúde, até o momento, mais de 31,9 milhões de doses foram aplicadas em todo o País.

“Com esse novo lote, a pasta já coordenou a distribuição de mais de 53,9 milhões de doses desde o início da campanha de vacinação [em 18 de janeiro]”, informou o ministério em nota distribuída à imprensa.

Conforme o governo federal a remessa conta com 3,8 milhões de doses da AstraZeneca/Oxford, da Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz), e com 2,5 milhões de doses da CoronaVac, do Instituto Butantan, ambas produzidas no Brasil com matéria-prima importada.

“O envio, de forma proporcional e igualitária entre as UFs (Unidades Federativas), ocorre a partir desta sexta-feira”, diz a nota oficial.

O 11º informe técnico da SVS (Secretaria de Vigilância em Saúde) explica que mais um grupo prioritário será atendido: o de idosos entre 60 e 64 anos. Também estão sendo destinadas doses para idosos entre 65 e 69 anos, trabalhadores da saúde e forças de segurança e salvamento, além das Forças Armadas que atuam na linha de frente da pandemia.

Divisão

Conforme a SVS, nessa leva, parte das vacinas será destinada à primeira dose de idosos entre 60 e 69 anos, trabalhadores da saúde e forças de segurança e salvamento e Forças Armadas.

Outra parcela dos imunizantes irá vacinar pela segunda vez trabalhadores da saúde, idosos entre 65 e 69 anos, além de 100 mil moradores do Amazonas. A secretaria explica que essas vacinas são referentes ao Fundo Estratégico da segunda pauta de distribuição, em janeiro, que disponibilizou mais doses ao estado por conta da grave crise com sanitária local.

“O objetivo é garantir a cobertura do esquema vacinal no tempo recomendado de cada imunizante: quatro semanas para a vacina do Butantan e 12 semanas para as doses da Fiocruz. A estratégia de distribuição para aplicação da primeira e segunda doses é revisada semanalmente em reuniões tripartites (governos federal, estaduais e municipais), observando as confirmações do cronograma de entregas por parte dos laboratórios”, complementa o comunicado.

ITAPETINGA SAI NA FRENTE MAIS UMA VEZ E É O PRIMEIRO MUNICÍPIO DA REGIÃO A LANÇAR MATRÍCULAS ESCOLARES 100% ONLINE EM 2021. INCLUSIVE PARA OS ALUNOS NOVOS

ITAPETINGA SAI NA FRENTE MAIS UMA VEZ E É O PRIMEIRO MUNICÍPIO DA REGIÃO A LANÇAR MATRÍCULAS ESCOLARES 100% ONLINE EM 2021, INCLUSIVE PARA OS ALUNOS NOVOS.

O LANÇAMENTO SERÁ FEITO EM LIVE COM O PREFEITO RODRIGO HAGGE e O SEC. DE EDUCAÇÃO GERALDO TRINDADE, NA PRÓXIMA TERÇA-FEIRA, DIA 20, ÀS 19H.

PARTICIPE.

O SITE QUE SERÁ USADO PARA AS MATRÍCULAS JÁ ESTÁ ACESSIVEL, CONTENDO INFORMAÇÕES INICIAIS AOS PAIS E ALUNOS: http://matricula2021itapetinga.com.br/

MINISTÉRIO DA SAÚDE ANTECIPA O RECEBIMENTO DE 15,5 MILHÕES DE VACINAS DA PFIZER

Comitê garantiu 520 milhões de doses até fim de 2021

Após reunião do Comitê de Enfrentamento da Covid, também foram garantidas 520 milhões de doses de imunizantes até fim de 2021

O Ministério da Saúde anunciou, nesta quarta-feira (14), que o governo federal conseguiu antecipar a chegada de 15,5 milhões de doses da vacina contra a covid-19 da Pfizer.

O anúncio foi feito, em entrevista coletiva, após segunda reunião do Comitê de Enfrentamento da Covid, que aconteceu nessa manhã.

O ministro Marcelo Queiroga informou que a remessa foi antecipada para os meses de abril, maio e junho faz parte das 100 milhões de doses compradas pelo Ministério da Saúde no mês passado.

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), estava presente e afirmou que o encontro também tratou da garantia do cronograma para entrega de doses de imunizantes até o fim de 2021.

“O cronograma garante 520 milhões de doses até o fim do ano. Sendo majoritariamente atendido por Fiocruz e Instituto Butantan. Além do consórcio Covax Facility. Esperamos que todos os brasileiros estejam vacinados até o fim do ano, por isso, suplicamos ao Ministério a antecipação das vacinas”, afirmou o presidente do Senado.

Rodrigo Pacheco falou que pediu que o ministério interceda para que as vacinas sejam aprovadas pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) com mais celeridade.

“Pedimos a interferência do ministro da Saúde junto a Anvisa, para que a vacina Sputinik V seja liberada para a compra. Além de agilizar outros imunizantes”, disse.

Além da situação da vacinas, Queiroga informou sobre a compra de medicamentos e insumos para o kit intubação e entrega às secretarias municipais e estaduais de saúde.

 “O governo federal, em conjunto com a Organização Pan-Americana de Saúde, vai fazer uma compra direta de insumos, para que nos próximos dez dias, tenhamos nossos estoques reforçados para atendar as secretarias de saúde”, disse o ministro.

VEREADOR TARUGÃO (MDB) SE REUNIU COM O DEPUTADO ROSEMBERG PINTO E O PREFEITO RODRIGO HAGGE PARA DISCUTIR SOLUÇÃO PARA A AVENIDA JÚLIO JOSÉ RODRIGUES

Na manhã da última segunda-feira (12), no momento em que o Prefeito Rodrigo Hagge apresentava à comitiva da Secretaria de Agricultura do Estado, a área do Distrito Industrial Municipal, que foi cedida para a implantação de um Frigorífico de aves, o vereador Eliomar Barreira (Tarugão – MDB)  teve a oportunidade de se reunir com Rodrigo Hagge e o Deputado Rosemberg Pinto (PT).

O Vereador convidou o Deputado Rosemberg Pinto e o Prefeito Rodrigo Hagge para um papo franco e cordial, onde o objetivo era resolver de uma vez por todas, a situação da avenida Júlio José Rodrigues.

Vale salientar que Tarugão, sempre tem cobrado e procurado alternativas para resolver a situação daquela avenida, que infelizmente denigre a imagem da cidade e da população, causando vários transtornos para quem trafega pelo local e causado prejuízos nos veículos.

O prefeito que já fez toda parte de drenagem de águas de chuva por toda extensão da Av., sempre vem buscando junto ao Governo do Estado, uma parceria para conclusão total da reforma.

Já o Deputado Rosemberg Pinto se comprometeu em intervir junto ao Governo do Estado, para que o mesmo, o mais rápido possível, resolva a situação da Avenida Júlio José Rodrigues.

Parece que desta vez a situação da Av. vai ser resolvida e vai trazer à população de Itapetinga e região, a possibilidade de trafegar com tranquilidade e segurança por aquele local que é uma queixa antiga da população. Agora é esperar a reforma começar!

A UNOPAR LHE DAR 03 DICAS PARA VOCÊ SER UM PROFISSIONAL BEM SUCEDIDO

Sabe aquele sonho que você guarda na gaveta? Chega de adiar!
A Unopar te conta agora três dicas para ser um profissional bem-sucedido e realizar seus planos. Olha só

1) Comece!
Toda história de sucesso precisa começar de algum ponto. Se você esperar as condições perfeitas para iniciar seu sonho, esse começo pode nunca acontecer, então é importante estar pronto para as oportunidades que surgirem.

2) Saiba onde quer chegar!
É ideal você saber seus objetivos quando iniciar uma nova empreitada, assim a sua atenção pode se voltar para o que realmente importa e distrações não irão atrapalhar.

3) Acredite em si mesmo!
Nunca esqueça que as dificuldades irão surgir, então é importante ter fé na própria capacidade de aprender e melhorar, assim os obstáculos acabam parecendo menores.

Gostou?
Para uma preparação completa, a Unopar oferece a maior estrutura semipresencial do Brasil para você se qualificar com qualidade.

Clica no link da bio e confere os nossos cursos


#DicaUnopar #Graduação #EAD #Unopar #Ensino Superior

EM NOVO DEPOIMENTO BABA DIZ QUE JAIRINHO AGREDIU HENRY EM TRÊS OCASIÕES

Cuidadora disse que contou à avó do menino, Rosângela, sobre rasteira e chute; criança relatou as agressões para a mãe, Monique Medeiros, no mesmo dia

A babá Thayna de Oliveira Ferreira, que cuidava do menino Henry Borel, 4 anos, prestou novo depoimento à 16ª Delegacia de Polícia do Rio de Janeiro, na Barra da Tijuca, Zona Oeste da cidade, e modificou suas declarações dadas anteriormente, nas quais descreveu uma suposta relação “harmoniosa” na casa em que a criança vivia com a mãe, Monique Medeiros, 33, e o padrasto, o vereador Jairo Santos Souza Junior, o Dr. Jairinho. De acordo com seu relato, dado até o começo da madrugada desta terça-feira, 13, na unidade policial, Henry foi trancado no quarto do casal e de lá saiu machucado em pelo menos três ocasiões, todas elas presenciadas ao longo do mês de fevereiro. O menino foi assassinado por espancamento na madrugada de 8 de março no apartamento em que os três moravam, também na Barra da Tijuca. Monique e Jairinho foram presos na quinta-feira, 8, e vão responder por homicídio duplamente qualificado e tortura. A babá também informou a avó materna da criança, Rosângela Medeiros Costa e Silva, sobre um dos espancamentos.

De acordo com o depoimento, a que VEJA teve acesso, no dia 12 de fevereiro – quando narrou uma sessão de tortura em tempo real para a mãe de Henry – Monique pediu para falar com o garotinho pelo celular. Na ligação, Henry contou à mãe todas as agressões sofridas. Monique teria pego a criança e algumas malas, que estavam prontas em razão de uma viagem que fariam no Carnaval com Dr. Jairinho, e dito que iria para a casa dos pais em Bangu, na Zona Oeste do Rio.

No dia seguinte, contudo, a babá viu um stories de Monique no Instagram em que ela e o vereador estavam juntos em Mangaratiba, no litoral fluminense. Também no dia 13 de fevereiro, Monique levou Henry a um hospital porque ele estava mancando em decorrência das agressões – aos médicos, a mãe alegou que o filho havia “caído da cama”.

Jairinho também pressionou Henry após Thayna relatar as agressões a Monique. Segundo o depoimento, “JAIRINHO retornou ao apartamento, visivelmente exaltado, questionando o menino “HENRY, O QUE FALOU PRA SUA MÃE”, “VOCÊ GOSTA DE VER SUA MÃE TRISTE COM O TIO?”, “VOCÊ MENTIU PRA SUA MÃE?”, Que HENRY, que estava no colo da declarante, respondia, acuado, que não havia falado nada, que não havia feito nada; Que então, JAIRINHO passou a perguntar à declarante “ELE LIGOU? O QUE VOCÊS FALARAM?”.

Na semana seguinte, Thayna disse que relatou todas as agressões à avó materna de Henry, Rosangela Medeiros Costa e Silva, que “ficou assustada e ficou indagando para saber se HENRY estava ou não mentindo”. A avó, que também prestou depoimento na delegacia, não mencionou o episódio em suas declarações.

A babá relatou ainda que as brigas entre Monique e Dr. Jairinho eram recorrentes, que ambos ameaçavam fazer as malas e deixar a casa, mas que se reconciliavam rapidamente.

Ela disse que mentiu no primeiro depoimento após ser coagida por Monique e pelo advogado André França Barreto, que deixou a defesa do casal ontem, no escritório dele, localizado no Centro do Rio. Na ocasião, ela apagou todas as mensagens de celular trocadas com Monique e Dr. Jairinho a pedido da mãe de Henry. O advogado, segundo o depoimento, iniciou a conversa falando de Deus, “que era católico como a declarante” e perguntou “se a declarante colocava a “mão no fogo” por JAIRINHO e MONIQUE; Que a declarante falou que não, que só colocaria a “mão no fogo” por ela própria; Que, então, Dr. ANDRE falou que não poderia ser assim, que ela, por acreditar em Deus, tinha que falar “para o mundo” o quão pessoas boas eram MONIQUE e JAIRINHO”.

Dias antes o primeiro depoimento, a irmã de Jairinho, Thalita, a chamou em sua casa e “disse para a declarante não ser JUÍZA DO CASO DO IRMÃO DELA, que “MENOS É MAIS”, dando a entender que não era para a declarante falar tudo que sabia, que todos já estavam sofrendo muito”. Em seguida, Thalita teria perguntado se a babá mantinha arquivos de conversas em seu celular

Perguntada sobre a razão de ter mentido em seu primeiro depoimento, Thayna respondeu que “mentiu por medo, já que, por ter visto o que JAIRINHO tinha feito contra uma criança, ficou com medo que algo também pudesse acontecer com ela própria”. A babá disse ter medo também porque a mãe, Helena, ainda trabalha para a família do vereador na casa do pai, o ex-deputado Coronel Jairo. Ela também contou à polícia que Jairinho conseguiu empregos na Prefeitura do Rio para parentes e que um deles é assessor do parlamentar. Thayna relatou que trabalhou na campanha eleitoral do político em 2020.

Quando soube da morte de Henry pelas lesões, prosseguiu, associou às agressões que Dr. Jairinho cometia contra a o menino.

Outras duas agressões

Thayna disse que todos os episódios de agressão ocorriam no quarto do casal com a porta trancada. Era um método silencioso, uma vez que quase não se ouviam barulhos.

O primeiro teria ocorrido em 2 de fevereiro entre 6h e 7h, quando Monique estava no futevôlei. Henry teria começado a chamar pela mãe de seu quarto. Jairinho foi até lá, chamou a criança de “mimada” e ordenou que ela viesse com ele até o quarto do casal, onde ele permaneceu com o garotinho por cerca de 30 minutos. Depois que os dois saíram do cômodo, a babá disse que perguntou a Henry o que havia acontecido e a criança lhe respondeu que “tinha esquecido, que estava com soninho”. A cuidadora teria insistido, mas Henry seguiu respondendo que havia esquecido. No mesmo dia, à tarde, a criança reclamou de uma dor no joelho e que, devido a isso, não queria brincar com as outras crianças na brinquedoteca do prédio.

A outra agressão teria ocorrido na última semana de fevereiro quando, excepcionalmente, Dr. Jairinho chegou cedo do trabalho e só ela e a criança estavam em casa – Monique estava na academia de ginástica. Assim que chegou, Jairinho chamou a criança para o quarto do casal, e a criança obedeceu. Novamente, a porta estava trancada. A babá foi atrás da criança, chamou e ninguém respondeu. Cerca de três minutos depois, a porta se abriu, e Thayna perguntou ao menino o que havia acontecido. Henry relutou em responder, mas em seguida disse que havia “caído da cama”. À polícia a cuidadora declarou que o menino estava “visivelmente intimidado”, mas contou que estava com a cabeça doendo e que tinha uma marca roxa no seu braço.

BAHIA RECEBERÁ MAIS 500 MIL DOSES DE VACINAS CONTRA COVID-19 NA QUINTA (15)

A Bahia vai receber uma nova remessa com 500 mil doses de vacinas contra a Covid-19 na quinta-feira (15). Nesta semana algumas cidades, inclusive Salvador, interromperam a aplicação das primeiras doses por falta de estoque do imunizante. A informação foi divulgada pelo secretário da Saúde do estado, Fábio Vilas-Boas, através de publicação no Twitter. Segundo o secretário, o Ministério da Saúde vai receber 6,3 milhões doses. Serão 3,8 milhões entregues pela Fiocruz e 2,5 milhões do Instituto Butantan. Na manhã desta terça-feira (13) Fábio Vilas-Boas fez críticas a indefinição da logística do Ministério da Saúde na entrega de doses das vacinas contra a Covid-19. Segundo o titular da Sesab, a falta de informações para os estados deixa os gestores “cegos” (leia mais aqui).Salvador interrompeu a vacinação de idosos de 61 anos na segunda-feira (12). Desde então a cidade tem aplicado apenas segundas doses nas pessoas habilitadas. Com a chegada de um novo lote, a capital baiana e outras cidades em que a imunização foi suspensa devem retomar a aplicação de primeiras doses.

‘HENRY FOI ASSASSINADO’, AFIRMA DIRETOR-GERAL DA POLÍCIA CIVIL DO RIO

O delegado Antenor Lopes falou ao Balanço Geral, da Record TV Rio, nesta terça (13), sobre o novo depoimento da babá do menino

O delegado Antenor Lopes, diretor do DGPC (Departamento Geral de Polícia da Capital), que coordena as investigações do caso Henry Borel, falou com a Record TV Rio, no Balanço Geral, nesta terça-feira (13), sobre o depoimento de mais de 7 horas que a babá do menino, Thayná de Oliveira Ferreira, deu nesta segunda-feira (12), na 16ª DP (Barra da Tijuca), zona oeste do Rio.

Paro o delegado, a babá atendeu as expectativas da investigação que esperava que ela mudasse o primeiro depoimento, onde afirmou que Henry e o vereador Dr. Jairinho (Sem Partido), investigado no caso, tinham uma relação harmoniosa, o que foi desmentido com a divulgação das mensagens trocadas pela babá e a mãe do menino.

“Como era a nossa expectativa, a babá se retratou. Ela mudou completamente a sua versão. Admitiu ter mentido no depoimento anterior. Inclusive disse ter feito isso a pedido da mãe do menino Henry, a sra. Monique”, revelou.

Lopes ainda afirmou que caso Thayná não prestasse novas declarações, ela poderia ser responsabilizada pelo crime de falso testemunho. O delegado ainda disse que a babá “se mostrou muito arrependida”.

O diretor afirmou que não há dúvidas de que ocorreu um assassinato no caso Henry Borel.

“Hoje nós temos a plena convicção, com vastos elementos probatórios, que o menino não foi vítima de um acidente doméstico, mas sim [foi] assassinado. Esperamos conseguir concluir esse inquérito na próxima semana”, declarou.

A babá de Henry, Thayná Ferreira, afirmou no novo depoimento que prestou nesta segunda (12), que sabia das agressões sofridas pela criança e ainda que Henry contou à mãe, Monique Medeiros. Ela revelou também que foi orientada pela mãe do menino e o advogado do casal Monique e Dr. Jairinho à época, André França Barreto, a mentir no primeiro depoimento.

A babá percebeu ao menos três agressões de Dr. Jairinho à criança, ocorridas no quarto do casal, a portas trancadas.

* Estagiário do R7 sob supervisão de Paulo Guilherme

STF JULGARÁ CPI DA COVID-19 NA QUARTA-FEIRA (14)

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Luiz Fux, antecipou o julgamento sobre a instalação da CPI do Covid pelo Senado para quarta-feira (14). O caso seria julgado na próxima sessão virtual, que vai de 16 até 26 de abril.

O ministro Luís Roberto Barroso decidiu monocraticamente na última quinta-feira (8) sobre a obrigação da abertura da CPI pelo presidente do Senado Rodrigo Pacheco, mas já havia submetido a decisão para análise do plenário virtual da Corte. Agora, os dez ministros vão julgar em sessão presencial se concordam com a determinação de Barroso.

Além disso, os ministros vão analisar um mandado de Segurança apresentado pelos senadores Alessandro Vieira (Cidadania-SE) e Jorge Kajuru (Cidadania-GO) — eles defendem que o presidente do Senado não pode mais postergar o início dos trabalhos, uma vez que a CPI conta com 32 assinaturas, cinco a mais que o necessário para abertura da comissão.

A determinação pode desgastar a imagem política do presidente Jair Bolsonaro, que é criticado pela sua conduta durante a pandemia. Desde que Barroso tomou a decisão, foi criticado pelo presidente em dois momentos distintos.

MORTES DE PROFISSIONAIS DE SAÚDE POR COVID-19 DESPENCAM APÓS VACINAÇÃO, DIZ ESTUDOS

Levantamentos preliminares de casos e mortes por Covid-19 entre profissionais de saúde mostram que a vacinação da categoria, iniciada em janeiro deste ano, começa a surtir efeito. Dados do Conselho Federal de Medicina (CFM), divulgados em matéria publicada neste sábado (10), pelo jornal O Globo, apontam uma queda de 83% no número de médicos mortos em março, na comparação com janeiro, período em que grande parte dos profissionais de saúde começou a ser vacinada.

Ainda segundo a publicação, não há estudos conduzidos apenas com imunizados, e os parâmetros de avaliação divergem entre diferentes instituições, mas o avanço da imunização já traz reflexos para quem trabalha na linha de frente do combate à doença. “São trabalhos muito iniciais, mas sinalizam um caminho de melhora, como ocorreu em outros países”, disse Helena Carneiro Leão, vice-corregedora do CFM. No Ceará, um estudo conduzido na Escola de Saúde Pública do estado mostrou que a vacinação fez despencar os casos de infecção nos trabalhadores de saúde após a aplicação das duas doses da vacina Coronavac.

Enquanto na população do estado foram notificados 32.768 casos entre 8 e 14 de março — 74,6% a mais do que no pico de 2020 —, entre os profissionais de saúde houve queda de 72%, com apenas 355 infecções registradas. No estado, 238 mil funcionários do setor (93,5% do total) já receberam as duas doses da Coronavac.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia