WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

maio 2021
D S T Q Q S S
« abr   jun »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

:: 27/maio/2021 . 20:54

ITAPETINGA: NO MÊS DAS MÃES A FUNDAÇÃO JOSÉ SILVEIRA ENTREGA 1,5 TONELADA DE ALIMENTOS

A Fundação José Silveira (FJS), unidade gestora do Hospital Cristo Redentor (HCR), realizou, ontem e hoje, uma importante ação social em comemoração ao Mês das Mâes. Foram distribuídos às mães, que deram à luz no HCR e pacientes, cestas básicas que totalizaram 1.5 tonelada de alimentos.

Durante os dois dias de ação, todos os beneficiários seguiram os protocolos de segurança e saúde de combate à pandemia, como: medição de temperatura, higienização das mãos com álcool em gel e o distanciamento social.

Com 84 anos de existência, a FJS se aproxima do seu oitavo ano em Itapetinga, promovendo com excelência trabalho em serviços e ações voltados à promoção da saúde e da qualidade de vida dos cidadãos. //Ascom FJS

GOVERNO FEDERAL COMEÇA A DISTRIBUIR 7 MILHÕES DE VACINAS NESTA QUINTA (27)

Governo planeja imunizar totalmente os grupos prioritários até setembro

Entrega fará Ministério da Saúde atingir recorde mensal, com 33 milhões de doses. Cerca de 20% da população está vacinada
BRASIL | Gabriel Croquer, do R7

LUIS ACOSTA/AFP
O Ministério da Saúde começará a partir desta quinta-feira (27) a distribuir 6,7 milhões de vacinas contra covid-19 pelo PNI (Plano Nacional de Imunização), em entregas que se estenderão até o fim de semana. Com os lotes, o governo federal chega a mais de 33 milhões de doses entregues em maio, a maior marca mensal desde o início da vacinação no Brasil.

A imunização, porém, ainda caminha a passos lentos no país, que prevê vacinar totalmente os grupos prioritários em setembro. Cerca de 25% da população nestes grupos foi vacinada com as duas doses até agora.

A produção na Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz) e no Instituto Butantan, que estava paralisada por falta de insumos, voltou nos últimos dias. Um lote de 3 mil litros de IFA (ingrediente farmacêutico ativo) chegou a São Paulo nesta terça-feira (25) para o Instituto Butantan, que poderá fabricar 5 milhões de doses da CoronaVac.

Na mesma data, a Fiocruz retomou sua produção, depois de receber insumos no dia 22. A remessa será suficiente para produção de 12 milhões de doses.

VEJA TAMBÉM
Após quatro meses, Brasil tem 20% da população vacinada para covid
BRASIL
Após quatro meses, Brasil tem 20% da população vacinada para covid
Maioria afirma que Bolsonaro demorou para comprar vacinas
BRASIL
Maioria afirma que Bolsonaro demorou para comprar vacinas
Governo coleciona ataques à China e Brasil fica sem vacinas
BRASIL
Governo coleciona ataques à China e Brasil fica sem vacinas
Em junho, o governo tem a meta de entregar 41,2 milhões de doses aos estados e municípios, 12 milhões a menos que o previsto. A diminuição foi causada por atraso no envio de insumos da China.

O cronograma do Ministério da Saúde prevê a chegada de doses da CoronaVac, Pfizer e AstraZeneca, sendo:

• 20,9 milhões de doses da AstraZeneca,da Fiocruz;
• 12 milhões de doses importadas da Pfizer;
• 4 milhões de doses da AstraZeneca via consórcio Covax Facility;
• 5 milhões de doses da CoronaVac, do Instituto Butantan.

GUEDES DIZ QUE SE PANDEMIA CONTINUAR O GOVERNO TERÁ QUE ESTENDER AUXÍLIO EMERGENCIAL

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou nesta terça (25), que uma eventual prorrogação do auxílio emergencial a vulneráveis dependerá da evolução da pandemia. “Se a pandemia continuar conosco, temos que ir renovando as camadas de proteção. Se a pandemia recua, nós podemos já passar para o Bolsa Família (reformulado)”, disse ao sair de um evento promovido pelo BTG Pactual, em São Paulo.

Como mostrou o Broadcast no sábado, o governo prepara uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) para prorrogar o auxílio emergencial. A extensão da ajuda aos vulneráveis seria uma forma de seguir dando assistência às famílias vulneráveis em um cenário de incerteza sobre o avanço da covid-19 e também ganhar tempo para tirar do papel da reformulação do Bolsa Família. O novo desenho do programa social precisa ser lançado até dezembro de 2021, ou acabará engavetado, pois a lei veda a adoção desse tipo de medida em ano de eleições.

O período da prorrogação do auxílio ainda está em discussão dentro do governo porque, pela alternativa da PEC, envolve autorização para gastos acima dos atuais R$ 44 bilhões já permitidos. No desenho atual, o programa prevê quatro parcelas de R$ 150 a R$ 375, resultando em uma despesa em torno de R$ 11 bilhões ao mês.

BAHIA REGISTRA MAIOR NÚMERO DE NOVOS CASOS DE COVID-19 DESDE 10 DE MARÇO

A Bahia registrou 120 mortes e 5.455 novos casos de covid-19 (taxa de crescimento de +0,6%) em 24h, de acordo com boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) no final da tarde desta quarta (26). No mesmo período, 4.157 pacientes foram considerados curados da doença (+0,4%).

O número de novos casos desta quarta é o maior no estado desde o dia 10 de março, quando a Bahia registrou 5.499. No mês de maio, além desta quarta, o estado ultrapassou a barreira dos 5 mil casos diários em apenas outros dois dias, nos dias 19 e 20, quando registrou, respectivamente, 5.111 e 5.182 novos casos

O total de mortes por covid-19 na Bahia é de 20.726. A taxa de letalidade da doença no estado é de 2,08%. Apesar das 120 mortes terem ocorrido em diversas datas, a confirmação e registro foram contabilizados nesta segunda. Todas ocorreram em 2021, sendo 115 no mês de maio.

De acordo com a Sesab, a existência de registros tardios e/ou acúmulo de casos deve-se à sobrecarga das equipes de investigação, pois há doenças de notificação compulsória para além da Covid-19. Outro motivo é o aprofundamento das investigações epidemiológicas por parte das vigilâncias municipais e estadual a fim de evitar distorções ou equívocos, como desconsiderar a causa do óbito um traumatismo craniano ou um câncer em estágio terminal, ainda que a pessoa esteja infectada pelo coronavírus.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia