WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

maio 2021
D S T Q Q S S
« abr   jun »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

:: 4/maio/2021 . 22:41

PAULO GUSTAVO ESTRELA DA COMÉDIA NACIONAL MORRE DE COVID-19 AOS 42 ANOS

O humorista, apresentador, ator e roteirista Paulo Gustavo morreu às 21h12 desta terça-feira, 4, vítima da Covid-19. O artista tinha 42 anos. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa do artista. Graças ao sucesso na pele de Dona Hermínia, personagem feminina surgida numa produção teatral e que daria origem à franquia de filmes Minha Mãe É uma Peça, ele tornou-se um rosto onipresente nas comédias de humor popular que dominaram as bilheterias do cinema nacional na última década. “Em todos os momentos de sua internação, tanto o paciente quanto os seus familiares e amigos próximos tiveram condutas irretocáveis, transmitindo confiança na equipe médica e nos demais profissionais que participaram de seu tratamento”, informou o comunicado.

Internado desde o dia 13 de março, Paulo Gustavo precisou entrar em ventilação mecânica no dia 21. Chegou a apresentar sinais de recuperação da função pulmonar e respostas positivas ao tratamento, mas no dia 2 de abril, após uma bateria de exames mostrar agravamento em seu quadro clinico, o artista teve de ser submetido à terapia por ECMO – Oxigenação por Membrana Extracorpórea – utilizada como recurso extremo no tratamento de pacientes com grande comprometimento respiratório em decorrência da doença. O equipamento funciona como um substituto mecânico da atividade pulmonar. Após passar por alguns procedimentos invasivos como broncoscopias e enxerto de dispositivos intrapulmonares, o ator apresentou uma melhora no quadro o que resultou numa redução dos sedativos e do bloqueador neuromuscular. Ele chegou a acordar do coma e a interagir com a equipe médica e com o seu marido, o dermatologista Thales Bretas, porém seu quadro clínico se agravou de repente. “Houve piora acentuada do nível de consciência e dos sinais vitais, quando novos exames demonstraram ter havido embolia gasosa disseminada, incluindo o sistema nervoso central, em decorrência de uma fístula bronquíolo-venosa”, diz o comunicado envido à imprensa. Ao todo, foram catorze dias de intubação até sua morte.

Paulo Gustavo no filme 'Minha Mãe É uma Peça 3'Paulo Gustavo no filme ‘Minha Mãe É uma Peça 3’ //Divulgação

Paulo Gustavo Amaral Monteiro de Barros nasceu em 1978 em Niterói, região metropolitana do Rio de Janeiro. Assumidamente bissexual desde a adolescência, Paulo se formou na Casa das Artes de Laranjeiras (CAL) no início de 2005, ao lado de grandes nomes da comédia atual, como Fábio Porchat e o parceiro e melhor amigo Marcus Majella.

Apaixonado pelos palcos, ele ganhou visibilidade nacional no final de 2004 ao fazer a peça Surtos e apresentar ao Brasil a personagem humorística Dona Hermínia, uma dona de casa de meia idade, sempre à beira de um ataque de nervos, homenagem caricata à própria mãe, Déa Lúcia. “Eu amo teatro, amo estar em cena e amo fazer as pessoas rirem. Sou assim desde criança”, disse o ator em entrevista recente. O sucesso foi tanto que, em 2006, Paulo retomou a personagem no monólogo Minha Mãe É uma Peça, com texto de sua autoria que unia suas vivências familiares a observações domésticas da matriarca. A atuação de Paulo rendeu uma indicação ao Prêmio Shell de melhor ator.

Paulo Gustavo e o melhor amigo Marcus Majella, os dois se formaram juntosPaulo Gustavo e o melhor amigo Marcus Majella, os dois se formaram juntos Instagram/Reprodução

Em 2013, após ficar sete anos ininterruptos em cartaz  e conquistar um êxito de público inimaginável, chegou a vez de Paulo Gustavo dominar as telas. Minha Mãe É Uma Peça – O Filme levou mais de 4 milhões de pessoas aos cinemas, arrecadando cerca de 50 milhões de reais. O carisma e a espontaneidade de Paulo Gustavo levaram-no a protagonizar seu segundo programa no Multishow, a popularesca sitcom Vai Que Cola, que mais tarde se tornaria a série nacional mais assistida da TV fechada.

No canal pago, antes de Vai Que Cola, o ator ainda apresentou em 2011 o programa autoral 220 Volts, que no final do ano passado foi ao ar um especial inédito de ano novo na Globo. Ele foi também apresentador de grandes premiações e, em 2017, entrou para o elenco da comédia A Vila, com Katiuscia Canoro. “Paulo foi fundamental para a migração do Multishow de um canal de elite para veículo de massa. A gente aprendeu com ele a fazer televisão para a família do povo brasileiro. Ele tem o texto, o formato e a embocadura que falam diretamente ao coração das pessoas”, afirmou Guilherme Zattar, diretor do Multishow.

Dupla de Ouro: Paulo Gustavo e Mônica Martelli levaram milhões de pessoas aos cinemasDupla de Ouro: Paulo Gustavo e Mônica Martelli levaram milhões de pessoas aos cinemas //Reprodução

No cinema, Paulo se uniu a amiga Mônica Martelli para formar a dupla de ouro das bilheterias nacionais. Em 2014, com o filme Os Homens São de Marte… E é pra Lá Que Eu Vou, os dois arrecadaram mais de 21 milhões de reais. E em 2018, a continuação Minha Vida em Marte angariou 81 milhões de reais.

Entre os dois longas, o artista continuou com o filme que lhe garantiu o estrelato. Em 2016, lançou Minha Mãe É Uma Peça 2, com público de 9 milhões de pessoas, e em 2019 fechou a trilogia com Minha Mãe é Uma Peça 3, que levou mais de 11 milhões de pessoas aos cinemas e arrecadou 143,8 milhões de reais, se tornando o longa mais assistido da história do cinema brasileiro.

Apenas os três filmes de Dona Hermínia foram assistidos por mais de 30 milhões de brasileiros e arrebataram mais de 200 milhões de reais.

“Não acho que estou no auge. Primeiro que, quando falam em auge, parece que vai vir um abismo depois e você vai cair. E, pelo amor de Deus, ainda falta muita coisa para conquistar. Estou feliz com tudo o que está acontecendo, mas quero fazer muitos trabalhos, conhecer muita gente e alcançar outros voos”, disse Paulo em uma de suas últimas entrevistas.

Paulo Gustavo ao lado dos filhos Romeu e GaelPaulo Gustavo ao lado dos filhos Romeu e Gael Instagram/Reprodução

Em dezembro de 2015, Paulo se casou com o dermatologista Thales Bretas em uma cerimônia recheada de famosos. Ambos são pais dos gêmeos Romeu e Gael, de 1 ano, gerados por meio de barriga de aluguel. Paulo deixa pais, irmã, marido, filhos e milhões de brasileiros órfãos de sua comédia.

TRISTE: MULHER QUE RECEBEU CORAÇÃO DE ELOÁ MORRRE DE COVID-19

Augusta Anjos, de 51 anos, morre de covid-19 em São Paulo

Augusta nasceu com uma doença grave no coração e recebeu o órgão após a jovem ser baleada pelo ex-namorado, em 2008

A mulher que recebeu o coração de Eloá Pimentel, Augusta Anjos, morreu na noite da segunda-feira (4) de covid-19 em São Paulo. Ela estava internada e intubada após complicações decorrentes do coronavírus em um hospital particular em São Paulo. A mulher teve o diagnóstico positivo para a doença a cerca de um mês.

“Foram anos difíceis, cheios de batalhas e grandes vitórias”, diz a sobrinha Jeanne Carlas, nas redes sociais. “Foi muito sofrimento pra ela, pro vovô, para vovó, para os irmãos, para todos os familiares, mas principalmente para a Augusta”, escreveu.

Augusta fazia parte do grupo de risco para a covid-19. Ela nasceu com uma doença grave no coração e recebeu o órgão após a jovem de 15 anos ser baleada pelo ex-namorado, Lindemberg Alves, em 2008, durante o maior sequestro já registrado pela Polícia Militar, que durou cerca de quatro dias, no interior de São Paulo.

“Ela viveu da melhor forma que podia e todos nós, unidos, ao longo desses 51 anos, proporcionamos os melhores momentos e as melhores coisas para ela, por ela e com ela. Desde um simples caribé até carregar pra uma consulta ou prover bens materiais e dinheiro para garantir seu sustento e alegria. Foram muitas noites sem dormir, muitas preocupações”, desabafou.

A sobrinha escreveu ainda que recebeu uma ligação do hospital em que estava internada na tarde da segunda-feira. “Hoje, chegou ao fim todo seu sofrimento, sem remédios, sem cirurgias, sem agulhas, sem máquinas, apenas a grandiosa face de Deus! Que a filha guerreira do seu Benedito e dona Matilde seja recebida por anjos, com muita música, alegria e abraços”, disse a familiar.

CIENTISTAS DOS ESTADOS UNIDOS AVANÇAM EM NOVO TIPO DE VACINA

Um grupo de cientistas da Universidade do Estado da Georgia, nos Estados Unidos, obteve resultados animadores em uma pesquisa de uma vacina que promete ser mais eficiente na prevenção da gripe.

O estudo — publicado na revista PNAS, da Academia Nacional de Ciência dos Estados Unidos — revela uma vacina contra o vírus influenza aplicada por spray nasal.

A via de administração não é novidade, mas os autores salientam a dificuldade de conseguir proteção satisfatória nesse tipo de aplicação.

“Essas vacinas são pobres em produzir respostas imunológicas, por isso é necessário ter adjuvantes mucosos potentes, substâncias que aumentam a resposta imunológica do corpo aos antígenos (as estruturas moleculares dos patógenos). A ausência de adjuvantes mucosos apropriados atualmente dificulta o desenvolvimento de tal vacina”, dizem em comunicado.

Eles conseguiram, todavia, criar uma vacina intranasal usando uma proteína presente na superfície do vírus influenza que é fundamental para que ele cause a infecção, a HA (hemaglutinina recombinante).

Os pesquisadores ainda desenvolveram um nanomaterial bidimensional (nanopartículas de óxido de grafeno funcionalizadas com polietilenoimina) que se mostrou um excelente adjuvante para a vacina.

“Pesquisas recentes demonstram que as respostas das células T residentes nos pulmões são indispensáveis ​​para uma proteção cruzada ideal contra a infecção pulmonar por influenza. O desenvolvimento de respostas de células T residentes nos pulmões exige a vacinação por via respiratória ou infecção pelo vírus influenza. Nossa pesquisa abre um novo caminho para o desenvolvimento de vacinas intranasais sem agulhas e logisticamente simplificadas contra a gripe para proteção cruzada”, afirmou em nota o pesquisador principal do estudo, Chunhong Dong.

Vacinas em spray intranasal são apontadas como o futuro da imunização contra doenças respiratórias por serem potencialmente capazes de induzir respostas de defesa do organismo nas mucosas das vias respiratórias, o que evitaria a infecção nos locais de entrada dos vírus.

Além disso, a vacina em estudo também pode ser capaz de prevenir contra uma gama maior de vírus da gripe, algo que as atuais não conseguem.

O trabalho da equipe continua, já que os primeiros testes foram feitos em camundongos e em cultura de células.

A gripe sazonal mata entre 290 mil e 650 mil pessoas em todo o mundo anualmente, segundo estimativas da OMS (Organização Mundial da Saúde). As principais vítimas são crianças, idosos e indivíduos imunocomprometidos.

SAÚDE DETERMINA INTERVALO DE 84 DIAS PARA VACINA DA PFIZER

Período de tempo é superior ao de 21 dias recomendado pela bula do fabricante do imunizante

O Ministério da Saúde decidiu recomendar aos gestores de saúde nos Estados e municípios que façam um intervalo de 12 semanas entre a primeira e a segunda doses da vacina contra Covid-19 da Pfizer, que começou a ser distribuída pelo país nesta segunda-feira (3) como forma de ampliar o alcance da vacinação.

O intervalo é superior ao período de 21 dias recomendado pela Pfizer na bula do imunizante, com base nos testes de segurança e eficácia da vacina.

Em informe técnico, o ministério citou dados de uma entidade que assessora a imunização no Reino Unido que orientou a ampliação do intervalo entre as doses para 12 semanas. Segundo o documento, essa recomendação levou em consideração a possibilidade se imunizar um maior público com a primeira dose, o que “traria maiores benefícios do ponto de vista de saúde pública, considerando a necessidade de uma resposta rápida frente a pandemia de Covid-19”.

O documento, encaminhado aos gestores, destacou que a oferta de 1 milhão de doses dessa vacina vai reforçar e acelerar a campanha nacional de vacinação contra Covid e que ela vai seguir o “fluxo adotado até o momento para as demais vacinas, priorizando a oferta ao grupo prioritário”.

Segundo a análise técnica, o conjunto de dados apresentados até o momento reforça que a ampliação da oferta da primeira dose da vacina para a população “poderá trazer ganhos significativos do ponto de vista de saúde pública, reduzindo tanto a ocorrência de casos e óbitos pela Covid-19 nos indivíduos vacinados, mas também a transmissibilidade da doença na população”.

O ministério afirmou que os dados epidemiológicos e de efetividade da vacina serão monitorados e que a recomendação poderá ser revista caso necessário. A pasta acrescentou que em cenários de maior disponibilidade do imunobiológico, o intervalo recomendado em bula poderá ser utilizado.

Em nota, a Pfizer Brasil informou que as indicações sobre regimes de dosagem ficam a critério das autoridades de saúde e podem incluir recomendações seguindo os princípios locais de saúde pública, mas citou o período recomendado pela bula.

“A bula hoje registrada pela Anvisa preconiza um intervalo entre doses, preferencialmente, de 21 dias. A segurança e eficácia da vacina não foram avaliadas em esquemas de dosagem diferentes, uma vez que a maioria dos participantes do ensaio recebeu a segunda dose dentro da janela especificada no desenho do estudo”, disse a farmacêutica norte-americana.

Para o laboratório, os dados do estudo de Fase 3 (última etapa antes da aprovação e aplicação em humanos) demonstraram que, embora a proteção parcial da vacina pareça começar 12 dias após a primeira aplicação, duas doses da vacina são necessárias para fornecer a proteção máxima contra a doença, uma eficácia da vacina de 95%.

A vacina da Pfizer é o terceiro imunizante contra Covid-19 a ser disponibilizado aos brasileiros. Até o momento, vinham sendo oferecidas as vacinas CoronaVac e AstraZeneca.

Pelo contrato, a expectativa é de se entregar 100 milhões de doses da vacina da Pfizer para este ano. Um novo contrato por mais 100 milhões de doses do imunizante também está em negociação.

ITAPETINGA: SECRETÁRIO DE EDUCAÇÃO GERALDO TRINDADE PARTICIPA DO JORNAL DA CIDADE NA RÁDIO JORNAL NESTA TERÇA (04). ASSUNTOS EM PAUTA SERÃO MATRÍCULAS 100% ONLINE E A VACINAÇÃO DOS PROFISSIONAIS DE EDUCAÇÃO

O Secretário de Educação, Geraldo Trindade será o entrevistado do Programa Jornal da Cidade, desta terça-feira (04), que vai ao ar de Segunda á sexta-feira de 06:30 às 08h pela Rádio Jornal 660 AM
Assuntos em pauta: matrículas 100% online e vacinação dos profissionais de educação.
Você pode participar através dos Fone: (77)3261-1010 que também é zap.
Você pode também mandar seu zap e fazer seu questionamento: ZAP (77) 98821-2051.
Pode também acompanhar a Live: www.facebook.com/tarugao.barreira
Rádio Jornal 660 AM.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia