WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

abril 2021
D S T Q Q S S
« mar   maio »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

:: 23/abr/2021 . 22:01

COVID-19: BRASIL VACINA MAIS DE 1 MILHÃO E 700 MIL PESSOAS EM APENAS 24H E BATE RECORDE

Nesta sexta-feira (23), o Brasil registrou o recorde de doses aplicadas de vacina contra a covid-19 em um intervalo de 24 horas. No total, foram 1.744.001 doses distribuídas entre ontem e hoje no país. Os dados são do consórcio de veículos de imprensa do qual o UOL faz parte, com base nas informações fornecidas pelas secretarias estaduais de saúde.

Os números podem ser explicados pelo represamento de dados ocorrido nos últimos dias em alguns estados. Houve instabilidade no registro de informações sobre a vacinação no sistema do Ministério da Saúde.

O país superou a marca de 28,7 milhões de pessoas vacinadas contra a covid-19. No total, 28.765.257 brasileiros receberam pelo menos uma dose de imunizante contra a doença, o que equivale a 13,58% da população nacional.

:: LEIA MAIS »

ITAPETINGA: SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL LEVA ATENÇÃO E CUIDADOS AOS MAIS VUNERÁVEIS

Segundo pesquisas recentes, mais da metade dos domicílios brasileiros conviveram com algum grau de insegurança alimentar no final do ano de 2020. O quadro fica ainda mais triste quando voltamos o olhar para a parcela mais vulnerável da população. A pandemia de Covid-19 evidenciou ainda mais a triste realidade que envolve a população em situação de rua.

“Existem diversos quadros de fome no Brasil. Precisamos compreender todos eles como uma violação de um direito garantido. É essencial realizarmos políticas públicas que ao menos mitiguem essa situação”, afirmou a secretária de Desenvolvimento Social, Andrea Caroline.

Pode ser uma imagem de 1 pessoa, em pé e ao ar livre

“São pessoas que não têm garantido um direito previsto da Constituição Federal que diz respeito à alimentação adequada, tanto num sentido quantitativo quanto qualitativo e elas não podem ser ignoradas. É preciso buscar estratégias que garantam que o fato de estarem nas ruas não as desumanize. O poder público precisa fazer com que essas pessoas tenham acesso à cidadania da melhor forma possível”, disse o prefeito Rodrigo Hagge.

FIOCRUZ APONTA QUE CRESCIMENTO DA COVID-19 SEGUE ENTRE OS MAIS JOVENS

Observatório da Fundação mostra aumento de mais de 1.000% de óbitos entre pessoas de 20 a 29 anos, no período de 4 a 17 de abril

O boletim do Observatório Fiocruz Covid-19, divulgado na tarde desta sexta-feira (23), mostrou que segue o rejuvenescimento da pandemia no Brasil.

Os dados foram calculados com bases nos registros de 4 a 17 de abril, da 14ª e 15ª semana epidemiológica de 2021. As comparações são feitas com a primeira semana do ano da epidemia. De acordo com o estudo, o maior crescimento de óbitos pela infecção do SARS-CoV-2 aconteceu na faixa etária de 20 a 29 anos, com aumento de 1.081,82%.

Na primeira semana do ano, aconteceram 127 mortes de pessoas entre os 20 e 29 anos. Na 15ª semana do ano, que foi dos dias 8 a 14 de abril, os óbitos em pessoas desta mesma faixa etária foram de 1.074 pessoas.

Já entre os novos casos da doença, as pessoas entre 40 e 49 anos foram as mais afetadas e o índice subiu 1.173,75%.

Além dessas evidências, quando é analisada as idades dos pacientes de unidades de Terapia Intensiva (UTI), fica claro que mudou a faixa etária dos doentes graves. Na semana epidemiológica um, a proporção de doentes com menos de 70 anos internados em UTI era 52,74%. Na 14 ª semana, 72,11% dos internados estavam abaixo dos 70 anos.

Números gerais

O documento registra um crescimento de novos infectados em todas as idades. O crescimento global de 642,80%. Algumas faixas etárias mantiveram crescimento superior ao global: 20 a 29 anos (745,67%), 30 a 39 anos (1.103,49%), 40 a 49 anos (1.173,75%), 50 a 59 anos (1.082,69%) e 60 a 69 anos (747,65%).

O aumento global do número de óbitos foi de 429,47%. As mesmas faixas etárias tiveram aumento diferenciado: 20 a 29 anos (1.081,82%), 30 a 39 anos (818,60%), 40 a 49 anos (933,33%), 50 a 59 anos (845,21%) e 60 a 69 anos (571,52%).

No período analisado, quase todos os Estados apresentaram estabilidade no número de novos casos e óbitos, com exceção de Roraima. Lá, foi verificada nova alta tanto nos dois índices.

As maiores taxas de incidência de covid-19 foram em Rondônia, Amapá, Tocantins, Ceará, Minas Gerais, Espírito Santo, Mato Grosso do Sul e Mato Grosso, e no Distrito Federal.

As taxas de mortalidade elevadas aconteceram nos estados de Rondônia, Espírito Santo, São Paulo, Paraná, Rio Grande do Sul, Mato Grosso do Sul, Goiás e no Distrito Federal.

O Boletim alerta que as regiões Sul e Centro-Oeste são classificadas como críticas para as próximas semanas, o que pode ser agravado pela saturação do sistema de saúde nesses estados.

Sobre a mortalidade, o Rio de Janeiro tem o pior índice do Brasil, com 8,3%, seguido de Paraná (6,2%), Distrito Federal (5,3%), Goiás (5,2%) e São Paulo (5,1%).

Segundo os pesquisadores, alta letalidade revela grave falhas no sistema de atenção e vigilância em saúde nesses estados, como a insuficiência de testes diagnóstico, identificação de grupos vulneráveis e encaminhamento de doentes graves.

MENOS MORTES

Por outro lado, entre janeiro e fevereiro, a vacinação da população ajudou a diminuir os óbitos em pessoas que receberam os imunizantes. Houve uma queda de 34% nas mortes por covid-19 entre as pessoas com 90 anos ou mais na rede pública da cidade do Rio. Na cidade de São Paulo, as mortes entre 85 e 89 anos despencaram 51% em fevereiro, com relação a janeiro.

ITAPETINGA: DEPUTADO PAULO CÂMARA FAZ ENTREGA DE TRATOR AO MUNICÍPIO

Itapetinga recebeu na manhã desta quinta-feira, 22, um novo trator. Adquirido através de emenda parlamentar do deputado estadual Paulo Câmara, o equipamento irá auxiliar nos trabalhos de infraestrutura e manutenção do município, além de ficar à disposição para atender às necessidades dos pequenos produtores, fomentando a agricultura familiar, auxiliando na geração de renda e na cultura de produtos orgânicos.

Ao fazer a entrega oficial do trator, o deputado falou sobre a importância de um trabalho conjunto para o desenvolvimento da região. “Essa é a obrigação do homem público: estar presente, ajudando a população. O prefeito Rodrigo tem feito muito, mas precisa de apoio para seguir fazendo ainda mais pelo seu povo”, disse Câmara.

“O trator conta com um implemento de roçagem que irá amenizar os problemas às margens das rodovias e praças públicas, além de trazer mais facilidade em nossas obras de terraplanagem em geral”, explicou o secretário de infraestrutura, Gustavo David.Pode ser uma imagem de ao ar livre

“A gente segue buscando trabalhar com o único propósito de trazer benefícios ao nosso povo, nos despindo de orgulho ou de qualquer limitação partidária, construindo alianças capazes de trazer desenvolvimento para o município. Assim, a gente consegue avançar, mesmo em tempos difíceis de pandemia”, disse o prefeito Rodrigo Hagge.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia