O presidente Jair Bolsonaro enviou carta nesta sexta-feira (8) ao primeiro-ministro da Índia, Narendra Modi, pedindo a antecipação “com a possível urgência” do envio para o Brasil de 2 milhões de doses de vacina contra a Covid-19 da empresa AstraZeneca e da Universidade de Oxford produzidas pelo laboratório indiano Serum.

Bolsonaro escreveu que o objetivo do pedido é permitir a “imediata implementação” do programa brasileiro de imunização.

“Para possibilitar a imediata implementação do nosso Programa Nacional de Imunização, muito apreciaria poder contar com os bons ofícios de Vossa Excelência para antecipar o fornecimento ao Brasil, com a possível urgência e sem prejudicar o programa indiano de vacinações, de 2 milhões de doses do imunizante produzido pelo Serum Institute of India”, diz o texto da carta.

Na última terça-feira (5), o Ministério das Relações Exteriores informou que a importação das 2 milhões de doses da Índia para o Brasil da chamada vacina de Oxford estava confirmada.

De acordo com o Itamaraty, a previsão era que as doses chegassem ao Brasil ainda neste mês de janeiro. A importação, que será realizada pela Fiocruz, foi autorizada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A Fiocruz fez o pedido para o uso emergencial do imunizante nesta sexta-feira (8).

AF