Em entrevista concedida na manhã deste sábado (27), ao programa ‘De Olho na Semana’ da Rádio Vida Nova FM 104,9 que é apresentado por Jai Oliveira, o Advogado Hildérico Nogueira destilou veneno contra o Deputado Federal Antônio Brito, o ex-diretor da Fundação José Silveira, Leonardo Matos e o grupo da Fundação.

Questionado pelo apresentador sobre a composição municipal para as eleição de 2020, e se ele iria novamente compor com o grupo de Antônio Brito e Léo Matos, ele foi direto e deu a resposta na lata. “Não vou andar lado a lado com traidores”.

Segundo ele na eleição de 2016 estava coligado com o grupo de Brito e Léo e faltando uma semana para pleito, ele foi apunhalado pelas costas e o grupo foi apoiar outro candidato, fato que fez ele aceitar, a decisão de desistir da candidatura.

Conhecido popularmente como Tiquinho, o jovem candidato articula unir a oposição para fazer frente e disputar as eleição de 2020. Segundo ele a oposição já vem se articulando e vai vir forte para a disputa.

A próxima eleição deve pegar fogo e quem da oposição conseguir articular melhor, pode cravar o nome para enfrentar o atual prefeito, Rodrigo Hagge que vem forte para reeleição.

Tiquinho ainda detonou a fundação, dizendo que a mesma tem prestado um péssimo serviço a população, que recebe muito dinheiro da prefeitura e não existe fiscalização.

Segundo ele, o grupo vai fiscalizar para onde foi os 26 milhões que a fundação tomou de empréstimo, que até hoje é descontado do repasse da prefeitura a Fundação José Silveira.

A suposta “traição” alegada por Tiquinho foi articulada na casa do ex-prefeito Zé Carlos, outra liderança de oposição que o pedetista não inclui na sua lista de “traidores”.